Decidi ter preguiça de tudo por algum tempo.




   Depois de alguns tropeços, e quedas, eu cansei de pensar, eu cansei de tentar encontrar um motivo pra tudo.
  Fiquei um tanto burra sim, talvez seja mesmo a solidão instantânea, daquelas que parecem vir em um pacotinho de tempero do miojo, que faça os pensamentos voarem para colorir o lugar dos sentimentos vazios.
  Decidi ter preguiça de criar teorias e belas poesias, que um dia eu leria de novo e me emocionaria com elas, aprendi que quem sai para viver não tem muito tempo de pensar o que é certo e o que é errado, ou de dizer coisas lindas todas as madrugadas, ao invés de pensar sobre elas eu decidi colocar todas as teorias e pensamentos um pouquinho na prática.
  Confesso que me fez bem, criar novas experiencias ao invés de apenas tê-las nos meus pensamentos.
   Estamos aqui para crescer, reproduzir e morrer, mas todos nós sabemos que é bem diferente quando se põe em pratica tudo isso. E pensar assim foi o que me fez pensar menos e viver mais.
  Conheci, ri, cansei, descansei, e cá estou eu numa tentativa de eternizar mais uma fase da minha vida enquanto escrevo numa folha de papel.
   Antigamente eu sabia como iria ser o próximo ano, mas agora me vejo num mundo onde eu realmente sou louca e nem ao menos consigo dar conselhos aos outros, engoli eles junto ao meu egoismo.
   Mas olha... Para tudo ser completo basta um pouco de loucura e simplicidade. Tenho a agradecer por não ser sozinha e ser cercada de pessoas lindas, mesmo que depois de algum tempo elas sumam da minha vida e se eternizem na minha memória, eu sempre terei cada momento importante bem guardado comigo.
   Ninguém vai sobreviver, sem um pouquinho de loucura. 

Comentários