Vá com o vento



 Ò flor não se desespere, as vezes a vida levanta como se fosse descer na próxima parada, e não se engane, ela desce, faz tudo ficar com um tonzinho azul quase que se comunicando e dizendo baixinho "calma", aqueles que te amaram hoje fizeram de bom grado, amanhã já é outra, com pétalas novas e bem alinhadas.Ontem, bem o ontem nem soube quem era direito, outros te amaram, e o vento os levou, não para tão longe, somente para outros jardins dos quais as tuas pétalas talvez não se interessem em voar até lá, alguns permaneceram e ó flor, são tão frágeis quanto você mesma.
  Flor, aquieta teus ventos como sua respiração frágil, faz do teu perfume sutilmente doce, os mesmos ventos que levam, sopram de novo e há de trazer tudo mais lindo, mais limpo, mais calmo.
  Haverá saudade flor, esse sentimento nem triste, nem feliz, esse único sentimento que nós faz chorar e por vezes entrar num pequeno poço de lágrimas, mas mesmo assim nós sabemos flor, que nem mesmo haveria saudade se não valesse a pena arriscar, não se arrependa flor, tudo há de ser lindo e perfumado.
   Agora vai flor, há muito o que se ver por mais que não pareça assim tão nítido, voe bem alto com esse teu vento pela sacada...
  

Comentários